Ghost

My Button Collection

Experimentei uma paz de ver que eu não iria mais voltar.

Visconde (via talvezvoce)
eatsleepdraw:

Tulle Tutu
eatsleepdraw:

Spray paint on acrylic. Unstretched canvas.

eatsleepdraw:

Spray paint on acrylic. Unstretched canvas.

não sinta pena de mim,
sou um competente e
satisfeito ser humano.

sinta pena de outros
que
irritados
reclamam

que
constantemente
rearranjam suas
vidas
como fazem
com as mobílias.

falseando atitudes
e
amigos

a confusão deles
é
constante

e ela atingirá
todos aqueles
que eles
encostarem.

com eles, cuidado:
uma de suas palavras
favoritas é
“amor”.

e cuidado com aqueles
que apenas tomam
instruções de seu
Senhor.

por eles terem falhado
completamente em suas próprias
vidas.

não sinta pena de mim
porque sou solitário.

e nos
mais terríveis
momentos
o humor
é meu
companheiro
inseparável.

sou um cachorro andando
para trás

sou um banjo
quebrado

sou um fio de telefone
cortado que liga
Toledo e Ohio

sou apenas um homem
jantando
nesta noite
de setembro.

Bukowski, Às raposas. (via ovelhosafado)

não sinta pena de mim,
sou um competente e
satisfeito ser humano.

sinta pena de outros
que
irritados
reclamam

que
constantemente
rearranjam suas
vidas
como fazem
com as mobílias.

falseando atitudes
e
amigos

a confusão deles
é
constante

e ela atingirá
todos aqueles
que eles
encostarem.

com eles, cuidado:
uma de suas palavras
favoritas é
“amor”.

e cuidado com aqueles
que apenas tomam
instruções de seu
Senhor.

por eles terem falhado
completamente em suas próprias
vidas.

não sinta pena de mim
porque sou solitário.

e nos
mais terríveis
momentos
o humor
é meu
companheiro
inseparável.

sou um cachorro andando
para trás

sou um banjo
quebrado

sou um fio de telefone
cortado que liga
Toledo e Ohio

sou apenas um homem
jantando
nesta noite
de setembro.

Bukowski, Às raposas. (via ovelhosafado)

Eu não tinha interesses. Eu não tinha interesses por nada. Não fazia a mínima ideia de como iria escapar. Os outros, ao menos, tinham algum gosto pela vida. Pareciam entender algo que me era inacessível. Talvez eu fosse retardado. Era possível. Frequentemente me sentia inferior. Queria apenas encontrar um jeito de me afastar de todo mundo. Mas não havia lugar para ir. Suicídio? Jesus Cristo, apenas mais trabalho. Sentia que o ideal era poder dormir por uns cinco anos, mas isso eles não permitiriam.

(Bukowski, Misto Quente)

Meu maior medo é viver sozinho e não ter fé para receber um mundo diferente e não ter paz para se despedir. Meu maior medo é almoçar sozinho, jantar sozinho e me esforçar em me manter ocupado para não provocar compaixão dos garçons. Meu maior medo é ajudar as pessoas porque não sei me ajudar. Meu maior medo é desperdiçar espaço em uma cama de casal, sem acordar durante a chuva mais revolta, sem adormecer diante da chuva mais branda. Meu maior medo é a necessidade de ligar a tevê enquanto tomo banho. Meu maior medo é conversar com o rádio em engarrafamento. Meu maior medo é enfrentar um final de semana sozinho depois de ouvir os programas de meus colegas de trabalho. Meu maior medo é a segunda-feira e me calar para não parecer estranho e anti-social. Meu maior medo é escavar a noite para encontrar um par e voltar mais solteiro do que antes. Meu maior medo é não conseguir acabar uma cerveja sozinho. Meu maior medo é a indecisão ao escolher um presente para mim. Meu maior medo é a expectativa de dar certo na família, que não me deixa ao menos dar errado. Meu maior medo é escutar uma música, entender a letra e faltar uma companhia para concordar comigo. Meu maior medo é que a metade do rosto que apanho com a mão seja convencida a partir com a metade do rosto que não alcanço. Meu maior medo é escrever para não pensar.

Fabrício Carpinejar  (via colecionar)

(Source: ciclones)

Nunca diga ”te amo” se não te interessa. Nunca fale sobre sentimentos se estes não existem. Nunca toque numa vida se pretende romper um coração. Nunca olhe nos olhos de alguém se não quiser vê-lo se derramar em lágrimas por causa de ti. A coisa mais cruel que alguém pode fazer é permitir que alguém se apaixone por você quando você não pretende fazer o mesmo.

Mario Quintana.   (via arte-poetica)

(Source: narizdevidro)

Confesso que foi bom, me fez feliz, me fez sorrir, mas acabou. O prazo de validade venceu, a bondade acabou e a idiotice desapareceu. Quem ontem esperava um pedido de desculpas, hoje espera nem ver seu rosto. Foi bom, mas passou, acabou, e às vezes assim que deve ser.

Desconhecido.  (via arte-poetica)

(Source: depreendido)

Button Theme